Arquivo da tag: vila clara

Procura-se candidato que defenda interesses dos moradores do Jabaquara.

Devemos aproveitar o período eleitoral para chamar a atenção das diversas autoridades e candidatos para a questão do Jabaquara, em geral, e para a questão da Operação Urbana Consorciada Água Espraiada, em especial.

O Jabaquara deve mobilizar todos os espaços e os moradores do seu território, situado exatamente na área da Operação Urbana Consorciada Água Espraiada, para defender a proposta de “garantia de moradia para as 20 mil famílias de favelas e cortiços” e também “a garantia de indenização real para os proprietários que vierem a ser desapropriados”.

Estas campanhas serão apoiadas pelo Movimento Jabaquara Livre da seguinte forma:

1) Distribuição de panfletos para todas as famílias da área afetada pela Operação Urbana no Jabaquara;
2) Marcação de reuniões semanais com os moradores da região, tanto com moradores de favelas e cortiços quanto com proprietários;
3) Gravação dos vídeos destas reuniões, publicação na internet e divulgação nas listas de nossos contatos;

O candidato ou partido apoiado pelos moradores do Jabaquara devem assumir os seguintes compromissos:
1) Defesa da Garantia de moradia popular para as 20 mil famílias dos cortiços e favelas; e indenização real para os proprietários que tiverem seus imóveis “desapropriados”;
2) Defender a criação do Conselho de Representantes em cada subprefeitura, com representantes eleitos única e exclusivamente pelos moradores locais;
3) Indicação dos subprefeitos entre lideranças locais;
4) Defender um convênio com o governo estadual ou federal para a construção de uma Escola Técnica no Jabaquara, priorizando curso de informática e saúde;
5) Defender um convênio com o governo estadual ou federal para a construção de um laboratório de fabricação de medicamentos básicos na região de Americanópolis;
6) Defender a criação de um Centro de Referência e Defesa dos Direitos da Mulher (região da Vila Clara);
7) Defender o financiamento de programas e projetos das entidades do Jabaquara, voltados às crianças e adolescentes, via fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de S. Paulo – Fumcad;
8) Defender que os conselheiros tutelares sejam eleitos por moradores que efetivamente comprovem residência no local de atuação do conselho tutelar local;
9) Defender que os pais do Conselho do Fundo Municipal de Desenvolvimento do Ensino Básico (Fundeb) sejam escolhidos em eleições livres organizadas pelo Fórum Municipal de Educação da Cidade de São Paulo;
10) Defender a criação de acesso livre à internet no Jabaquara;
11) Defender a criação de um programa permanente de regularização dos imóveis, fazendo convênios com os sindicatos de engenharia ou arquitetura para que prestem serviços subsidiados de para as famílias de baixa renda na questão da regularização de seus imóveis.

Caso não haja interesse de candidatos e nem partidos em apoiar estas propostas, a campanha incluirá a defesa da Emancipação do Jabaquara, incluindo campanha e mobilização para a paralisação das obras do Túnel da Vergonha no Jabaquara. Um túnel ilegal e inútil (só para carro particular) que vai custar mais de R$ 3 bilhões (10% do orçamento municipal), dinheiro suficiente para construir 3 mil creches, ou 600 escolas de ensino fundamental, ou 60 mil casas populares, ou 600 postos de saúde, ou 10 hospitais, ou 50 corredores de ônibus…

É isso por enquanto.

São Paulo, 1º de agosto de 2012.
Mauro Alves da Silva
Movimento Jabaquara Livre
JabaquaraLivre.ning.com

2 Comentários

Arquivado em Água Espraiada, Câmara dos vassalos, Conselho Tutelar, Jabaquara, República dos Coronéis