Falta dinheiro para creches e hospitais. Sobra dinheiro para túneis, pontes e viadutos.

A Câmara Municipal de São Paulo vai demonstrar todo o seu desprezo para com os 11 milhões de paulistanos. Uns 40 vereadores e o seu chefe Kassab vão aprovar a ilegal construção de um túnel de 2,4 quilômetros a um custo superior a R$ 3 bilhões de reais.
De 2001 até hoje, a Operação Urbana Consorciada Água Espraiada (OUCAE) arrecadou cerca de R$ 1,2 bilhão, gastando mais de R$ 300 milhões na ponte estaiada e não construindo uma única moradia e nem mesmo qualquer equipamento público.
O projeto de lei PL 25/2011, que vai ser votado hoje, modifica a lei municipal 13.260/2001 (Operação Urbana Consorciada Água Espraiada). A lei municipal 13.260/2001 determina a construção de um túnel de 400 metros no final do prolongamento da avenida Água Espraiada (atual Roberto Marinho) e também determina a reurbanização total da região, realocando os moradores das áreas atingidas por obras, com a realocação na própria região da Operação Urbana.
Ocorre que as construtoras e a especulação imobiliária vislumbraram a oportunidade de criarem um gordo “filet mignon”: ao invés de construir um túnel de 400 metros, por míseros R$ 500 milhões, acertaram com o nosso alcaide e mais uns 40 vassalos a ampliação do túnel para 4,4km!!! Depois renegociaram o butim para um túnel menorzinho: “apenas” 3,8km… mas o martelo foi baixado para a proposta de um túnel de 2,4 quilômetros, divididos o butim, digo o filé, digo a obra em quatro lotes… Isso tudo ao arrepio da lei 13.260…
Depois que o Tribunal de Contas do Município de São Paulo (TCM) apontou mais de 70 ilegalidade na “licitação”, a barganha foi suspensa… e o nosso alcaide mandou um projeto (PL 25/2011) para consolidar a ilegalidade.
Para tanto, o nosso alcaide precisa de 40 vassalos para aprovar este verdadeiro assalto aos cofres públicos.
continua…
Então ficamos assim: sem creches, sem hospitais, e sem transporte público. Mas com uma ponte estaiada mais cara do que a Torre Eiffel (Paris, França), além de um túnel cujo custo dará “inveja” aos construtores do túnel sob o Canal da Mancha (Liga a França à Inglaterra).

São Paulo, 28 de junho de 2011.
Mauro Aves da Silva, pelo Movimento Jabaquara Livre
Não vote nos vereadores-vassalos de São Paulo. Vote pela emancipação dos distritos.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Água Espraiada, República dos Coronéis

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s